1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

I Seminário do GQA

No dia 16 de Setembro de 2013 realizou-se um seminário sobre a auto-avaliação dos cursos da Universidade Eduardo Mondlane no Complexo Pedagógico, no Anfiteatro 2501 com os seguintes objectivos:
a) Divulgar o sistema de garantia de qualidade nacional e da UEM, seus objectivos, princípios e mecanismos;
b) Informar e formar os participantes sobre a auto-avaliação como mecanismo central para a garantia da qualidade;
c) Iniciar a discussão com a comunidade universitária e colher subsídios em relação aos padrões e indicadores que deverão ser usados na auto-avaliação dos cursos;
d) Colher subsídios que irão permitir melhorar o manual de auto-avaliação dos cursos de forma a que ele possa servir de base neste primeiro.

O programa do seminário incluiu a abertura pelo Magnifico Reitor da UEM, várias apresentações e discussões em plenária e trabalhos de grupo.
Estiveram presentes no seminário 122 participantes, incluindo Directores dos órgãos centrais da UEM, Directores e Directores adjuntos de Faculdade e Escolas, Chefes de departamento, docentes das Faculdades e Escolas e estudantes da Universidade Eduardo Mondlane.

As principais constatações gerais e recomendações foram:
a) O tempo de discussão foi muito curto e não foi possível uma análise exaustiva de todos os padrões e indicadores propostos. Assim, ficou decidido que se devia estender esta consulta e a recolha de contributos por mais tempo, devendo esta ser feita a nível das unidades até ao dia 30 de Setembro e enviadas ao GAQ.
b) Houve em geral concordância com os domínios e subdomínios, padrões e indicadores propostos.
c) Na classificação de desempenho foi sugerido por vários grupos que se deveria aumentar o número de classes propostas (muito bom, regular e insuficiente)
d) Alguns padrões propostos dizem respeito à auto-avaliação institucional e não de cursos e devem ser revistos ou retirados.
e) Para alguns indicadores foram estabelecidos critérios objectivos para determinar a classificação do desempenho, contudo para outros indicadores estes critérios não foram indicados tornando a análise muito subjectiva.
f) Foram feitas sugestões de eliminar ou adicionar padrões e indicadores, e correcções ao texto que são indicadas em detalhe no anexo 4 do manual.