1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer
  • A Universidade Eduardo Mondlane encontra-se no processo de implementação do projecto “Desenvolvimento de capacidades para a melhoria do sistema de garantia de qualidade da UEM”.  Nesse âmbito, pretende contratar um consultor, por um período de 6 meses, para realização das seguintes actividades...Ler mais ....Clique aqui

  • A garantia da qualidade de ensino constitui actualmente uma preocupação a nível nacional e internacional. Em Moçambique, a garantia da qualidade no ensino superior constitui uma preocupação não apenas do Governo e das Instituições do Ensino Superior (IES), mas também da sociedade em geral.

  • A garantia da qualidade de ensino constitui actualmente uma preocupação a nível nacional e internacional. Em Moçambique, a garantia da qualidade no ensino superior constitui uma preocupação não apenas do Governo e das Instituições do Ensino Superior (IES), mas também da sociedade em geral.

  • A garantia da qualidade de ensino constitui actualmente uma preocupação a nível nacional e internacional. Em Moçambique, a garantia da qualidade no ensino superior constitui uma preocupação não apenas do Governo e das Instituições do Ensino Superior (IES), mas também da sociedade em geral.

  • A garantia da qualidade de ensino constitui actualmente uma preocupação a nível nacional e internacional. Em Moçambique, a garantia da qualidade no ensino superior constitui uma preocupação não apenas do Governo e das Instituições do Ensino Superior (IES), mas também da sociedade em geral.

Membros das comissões de auto-avaliação de cursos de 2015 beneficiaram de capacitação.

Membros das comissões de auto-avaliação de cursos de 2015 beneficiaram de capacitação.
O Gabinete para a Qualidade Académica (GQA) promoveu nos dias 14 e 15 do mês de Maio último, uma capacitação em uso do Manual de Auto-avaliação de Cursos para membros integrantes das comissões de auto-avaliação de cursos que serão auto- avaliados em 2015 nas Faculdades e Escolas da UEM. O processo de auto-avaliação de cursos de 2015 iniciou em Abril e terminará em Novembro de 2015 com a aprovação do relatório da auto-avaliação pelo conselho da Faculdade/Escola.
Estiveram presente 20 membros provenientes de 7 Faculdades nomeadamente a Faculdade de Agronomia e Engenharia Florestal, Filosofia, Engenharia, Educação, Economia, Direito e a Faculdade de Ciências. Participaram ainda, membros de 4 Escolas Superiores nomeadamente a Escola Superior de Comunicação e Artes (ECA), Escola Superior de Desenvolvimento Rural (ESUDER), Escola Superior de Hotelaria e Turismo de Inhambane (ESHT) e a Escola Superior de Negócios e Empreendedorismo de Chibuto (ESNEC).
Pretende-se com esta capacitação que os membros das comissões de auto-avaliação de cursos fiquem não somente familiarizados com o uso do Manual, como também reflitam sobre direitos e deveres no processo de auto-avaliação de cursos e sua contribuição no desenvolvimento da cultura da qualidade ao nível da UEM.
A capacitação do dia 14/05/2015 teve como grupo alvo os membros das comissões dos cursos de Licenciatura, e a do dia 15/05/2015 foi destinada aos membros das comissões dos cursos de Mestrado.
Os facilitadores abordaram quatro (4) temas nomeadamente:
• Evolução do conceito de qualidade e sua integração no ambiente educacional;
• Avaliação da qualidade do ensino superior a nível nacional e da UEM;
• Manual de auto- avaliação dos cursos de Licenciatura e de Mestrado;
• Etapas do ciclo de auto- avaliação dos cursos.
A capacitação teve lugar no campus principal da UEM no Edifício da Reitoria e foi facultada por colaboradores do GQA nomeadamente o Prof. Doutor Nelson Zavale e a Doutora Conceição Dias.